Penelope (Marilyn Kaye)

01

Penelope Wilhern é uma garota de classe alta, que vive em uma mansão, tem o quarto dos sonhos com direito a um balanço e possui todas as roupas da última moda. Sua vida seria perfeita não fosse seu aprisionamento. Mas como assim??? Deixa eu explicar: A família Wilhern foi almodiçoada gerações antes de Penelope. Seu tataravô, Ralph Wilhern, precisava se casar com uma moça de sangue azul, mas seu coração pertencia à Clara, criada da casa da sua família e filha de uma bruxa.

Infelizmente, esse amor não aconteceu e após Clara ficar grávida, Ralph a trocou por uma moça de família e então, a menina morreu de desgosto. A bruxa, por vingança,  enfeitiçou a família Wilhern alegando que a próxima menina a nascer teria cara de porco. Penelope foi a infelizarda com o acontecimento.

02

Desde que nasceu, Penelope era prisioneira em seu próprio palácio. Os pais, Jessica e Frank, não deixavam a menina ser vista em público. A mãe tinha vergonha e o pai sentia-se humilhado pela maldição da família. Mas Penelope tinha uma alternativa para desfazer a maldição: ser correspondida pelo amor de alguém de sua mesma classe social e de sangue azul verdadeiro. Para isso, Jessica contratou Wanda, uma secretária de casamentos para recrutar jovens da cidade para conhecerem Penelope e assim, tentar fazer com que pelo menos um deles se apaixonasse pela menina porca e se casasse com ela para desfazer o feitiço – bem, era isso que a família pensava.

03

Os encontros com os pretendentes eram “às escuras”. Penelope se comunicava com os rapazes através de um espelho falso e microfone. Ela não poderia se mostrar se não as pessoas sairiam correndo assustadas. Às vezes, ela fazia isso para lhe poupar de conversas que não dariam em nada. Essas partes são um tanto engraçadas e tristes ao mesmo tempo.

04

As aventuras de Penelope começam quando ela decide sair de casa escondida. Seu disfarce não dura muito tempo e todos nas ruas passam a conhecer a verdadeira identidade da menina. Será ela abduzida, apedrejada ou idolatrada por todos? Isso você terá que ler para descobrir! :D

O livro de Marilyn Kaye mostra como perspectivas diferentes movem as pessoas. Além de nos ensinar a compreender o próximo e amar a sí mesmo. A magia está presente em todo o livro, seja como conto de fadas contemporâneo passado numa cidade grande como NY, ou nas pequenas descobertas no caminho de Penelope. A autora também aponta a relação mãe e filha e como a interferência nas atitudes de alguém traz consequências na sua educação e visão do mundo.

07

Eu adorei o livro e como Penelope foi descobrindo um mundo novo cheio de amigos e coisas legais. E ainda, o amor próprio. Ainda não assisti o filme (veja o trailer aqui – ele contém spoilers que eu não contei aqui na resenha!), mas estou ansiosa para tal :) Eu achei bem interessante algumas partes quando Penelope estava mais velha e revia o que acontecera a vida toda com ela. É para refletir.

A leitura é super rápida e deliciosa. É um livro fino e com capítulos pequenos. Super recomendo a leitura! me lembrou um pouco “Extraordinário”, mas em situações diferentes.

08

Aspectos físicos: A foto de capa é linda e a modelo realmente tem as características apresentadas sobre Penelope. As folhas são amarelas (❤) e a fonte e espaçamento são muito bons. O livro não apresenta nenhum grafismo por dentro, é super simples. O tamanho do livro é normal para pequeno e por ser fino, conseguia levá-lo dentro de uma bolsa tira-colo para onde fosse :)

06

236 páginas | Folhas amareladas (❤) | Galera Record | Magia – literatura juvenil | ISBN: 978-85-01-08009-7 | Versão padrão | Capa paperback | Acabamento em brochura | 5 de 5 estrelinhas

05

Espero que vocês tenham gostado!
Qualquer dúvida deixem nos comentários que responderei com o maior prazer!
Muito obrigada pelo carinho, pessoal! <3
Sigam o #DP nas redes sociais:
YouTube | Instagram | Fanpage no Facebook | Twitter | Flickr | Skoob
Um beijo e um queijo com amor !

assinatura atualizada setembro 2015

Comentários

You may also like

6 Comentários

  1. Esse é um tipo de livro que a gente pode ler sossegada porque é bom, leve mas ao mesmo tempo cheio de mensagens importantes né? Eu tinha assistido ao filme primeiro, ganhei o livro de uma amiga blogueira que amo muito (a Regiane) e a leitura fluiu que foi uma beleza! Adoro livros assim, com um toque de conto de fadas.
    Fiquei torcendo pela Penélope o tempo todo, acho que em partes me identifiquei com ela. E isso que me deixou mais “gostandinho” dele, por refletir parte de mim nas páginas!
    Beijos!

  2. Já tinha visto a capa desse livro e achado linda mas não fazia ideia de que esse seria o enredo! Achei engraçado essa mistura de magia e maldição com as coisas e problemas reais da vida. Ameeei a foto que você está de bruços lendo, ta muito poderosa! E o Stanley nessa última foto? Que gracinhaa *-* Adorei o trailer também, fiquei cheia de vontade de ver o filme, parece ser bem descontraído

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam