Sherlock Holmes No Japão (Vasudev Murthy)

03

Preciso começar esta resenha confessando nunca ter lido sobre Sherlock Holmes. O criador do personagem mais famoso dos livros de espionagem, Arthur Conan Doyle, nunca chegou ao meu alcance cultural. rs. Claro, assisti um pouco da série estrelada pelo Benedict Cumberbatch e os filmes com Jude Law e Robert Downey Jr. Por falar em Sherlock Holmes e o Jogo das Sombras, este filme nos ajuda muito a entender e a dar uma introdução na história apresentada no livro de Vasudev Murthy. Aconselho assistirem ao filme antes de ler este livro :)

07

A história passa a partir da suposta morte de Sherlock Holmes (SH) na queda das Cataratas Reichenbach, na Suíça, ao lutar com o vilão mais inteligente do mundo: Professor Mariorty. O que todos ( e o próprio SH quer é que ) acreditam que ele está morto, para que assim, ele consiga se reerguer e tramar como capturar o Professor Mariorty.

01

Sherlock, muito machucado, encontra abrigo no chalé de um embaixador japonês na Suíça e faz amizade com o asiático que o ajuda a se recuperar. O japonês reconhece SH e o pede ajuda para assuntos do governo Japonês e comenta sobre a operação Kobe 55. SH não exita e com disfarce e passaporte forjados, segue viagem com o homem rumo ao Japão.

06

No Japão, SH fica sabendo da operação Kobe 55 e a Yakuza, uma sociedade mafiosa representada por homens maliciosos e com o físico marcado por tatuagens e alguma falange do dedo da mão amputada. Sherlock mede suas forças e claro, contacta seu amigo em Londres, Watson, depois de 2 anos da sua forjada morte.

Watson, em Londres, continua escrevendo algumas aventuras de SH para jornais e se vê surpreso e ao mesmo tempo feliz com o recado do amigo detetive o chamando para embarcar no North Star, navio que o levaria até o Japão, ao seu encontro.

02

Watson embarca no navio e tem mais alguns passageiros como companhia. Um deles, o sr Yagimoto, torna-se seu companheiro de cabine e grande amigo.

As aventuras e mistérios começam a bordo do North Star e Watson presencia vários assassinatos. Ao mesmo tempo que tenta se salvar, percebe que o seu amigo SH também está a bordo, disfarçado, mas ele não sabe quem.

Após SH se relevar, a dupla segue viagem para o Japão por outros caminhos, não mais a bordo do North Star, a fim de despistar os assassinos a bordo do navio. Os locais e culturas apresentados no livro sobre o oriente médio (passando por Índia, Camboja, etc) são muito interessantes e foram um ponto forte do autor indiano.

10

Muitas surpresas seguidas de euforia e tensão conduzem o caminho da dupla. Vasudev Murthy  não deixou a desejar em momento algum e nos deixa entretidos e curiosos/ansiosos durante toda a narrativa.

Por falar em narrativa, é sempre conduzida em primeira pessoa. A grande parte, feita pelo Watson, mas também há as visões de SH e de outros personagens importantes no desenvolvimento do mistério.

Eu fiquei bastante entretida e adorei como a história se resolveu. Realmente despertou o interesse de ler sobre outras aventuras de Sherlock Holmes e Watson.

05

Aspectos físicos: Eu li, de fato, no modelo de divulgação, como um caderno em tamanho A4 com folhas brancas e fonte grande e espaçada. Confesso que adorei, pois facilitou bastante, tanto na leitura, que não cansou em nenhum momento, quanto no deslocamento com o material, Eu o carreguei todos os dias para a faculdade, dentro da mochila e não precisei me preocupar se iria amassar a capa ou fazer uma orelhinha.

Mas o livro das livrarias tem o tamanho padrão (como nas fotos), com folhas amareladas (❤) e fonte um pouco menor. Na introdução de cada capítulo há um epílogo e um ideograma japonês (Kanji). Para mim, que falo japonês, o ideograma, ou kanji, me ajudou a já estar preparada para o que vinha nas linhas seguintes. Porém, achei que deveria ter a tradução para os leitores.

08

A arte da capa está muito legal e o outro livro da série de investigação lançado pela Editora Vestígio, “Jack, o estripador em NY”, também seguiu a padronagem.

Recomendo a leitura, que para mim, fluiu muito bem, despertou diversas reações e me fez pensar nas soluções dos mistérios mesmo quando não estava lendo o livro. E ainda, me fez ter amor por SH e vontade de dar uns tapinhas no Watson em alguns momentos que ele foi lerdo. hahaha

1104

Eu fiz uma resenha diferente em vídeo. Para assistir:

224 páginas | Editora Vestígio (Grupo Autêntica) | Ficção – Literatura juvenil  | Folhas amareladas (❤) |
ISBN: 978-85-8286-184-4 | Versão padrão | Capa paperback | Acabamento em brochura | 4,5 de 5 estrelinhas.

Para comprar: Saraiva | Submarino | Livraria Cultura | Na própria Editora Vestígio

Espero que vocês tenham gostado!
Qualquer dúvida deixem nos comentários que responderei com o maior prazer!
Muito obrigada pelo carinho, pessoal! <3
Sigam o #DP nas redes sociais:
YouTube | Instagram | Fanpage no Facebook | Twitter | Flickr | Skoob
Um beijo e um queijo com amor !

crystal AsSINATURA

Comentários

You may also like

2 Comentários

  1. Eu li apenas Um Estudo Em Vermelho, e só porque achei na biblioteca da minha escola. Eu nunca tinha me interessado tanto pelas obras do autor, mesmo tanta gente falando que eram boas, mas aí li e mordi a língua hahaha ainda quero fazer uma maratona só de livros dele <3

    Beijos,
    literarizei.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam